Últimas Postagens
Loading...
dezembro 17, 2011

Ultimamente temos visto com freqüência nos meios de comunicação, especialmente na Internet, animais sendo maltratados por indivíduos inescrupulosos. O que dizer sobre uma pessoa (ou seria um monstro?) que aplica golpes violentos em um cãozinho indefeso, pequenino, levando-o à morte? Que motivos teria esse monstro para cometer tal ato? Sim, porque ela, a tal enfermeira que praticou esse ato nojento esta semana ainda quis se justificar dizendo que teve motivos para isso. Meu Deus, que motivos? Não há justificativa, a não ser a terrível maldade existente dentro dela, sim, maldade. E a exemplo de milhares de pessoas revoltadas no país perante tal ato, eu também não posso deixar de registrar minha indignação e repúdio a essa pessoa, que ainda tem como profissão a enfermagem.

Como pode alguém exercer tal profissão, que tem como juramento e compromisso o zelo e o cuidado com o semelhante?
Não dá mais para aceitar tanta violência contra esses bichinhos, que não querem nada mais do que nosso carinho e cuidado, e que em troca nos proporciona companheirismo, alegria e companhia nos nossos momentos de solidão.

Não, nada justifica qualquer tipo de violência, e não me venham com a história de possessão satânica, insanidade mental, e outras merdas que eu já não agüento mais ouvir, já não passou da hora de se mudar o discurso? Por que não assumir que o ser humano é mal? Por que não aceitar que existem pessoas capazes de toda sorte de maldade? Essa história de jogar a culpa sempre em “seres invisíveis”, na tentativa de justificar nossa própria maldade já não vale mais. Chega de hipocrisia! O ser humano é capaz, e pronto!
A maldade existe desde quando o mundo é mundo, desde quando existe o ser humano, e também não vale mais a teoria do “final dos tempos”, pois se assim fosse, esse mundo já teria tido dezenas de finais, levando-se em consideração a maldade humana.

Vou terminar esse texto deixando um exemplo de cuidado, respeito e carinho por parte de um ser humano (esse sim amante dos animais), no vídeo abaixo. É o caso de Bella, a cachorrinha lindinha que sofre de uma doença chamada megaesôfago, de causa ainda desconhecida, que pode estar associada a outras doenças. Tal condição não permite o trânsito adequado dos alimentos. Eles ficam estagnados no esôfago promovendo sua dilatação progressiva e por conseqüência, episódios recorrentes de regurgitação, disfagia, emagrecimento e pneumonias aspirativas. Quando não tratado pode levar à inanição, caquexia, desidratação e morte. Por isso, Bella tem de fazer suas refeições em pé, na sua cadeirinha especial.
Vejam que bichinho lindo e inteligente, e me respondam: como podem existir pessoas tão más?

Obs: só nesta semana três notícias monstruosas envolvendo maltrato com cães. Um deles arrastado em um carro, o outro enterrado vivo pelo dono, e o último morto pela tal enfermeira. E esses são apenas os casos divulgados, e que ficamos sabendo.

Foto: Minha cachorrinha Noir, que faleceu no dia 11 de Outubro, muito amada, e que faz muita falta. Minha homenagem a ela, minha companheira.


0 comentários:

Postar um comentário

Atenção. Os comentários no Blog estão temporariamente sem moderação. Não use frases racistas, discriminatórias, contra etnias, ou palavras que incitem à violência. Esse é um blog de entretenimento, comentários devem ser feitos, mas seja educado. E, por favor, não faça spam. Obrigado.