Últimas Postagens
Loading...
março 02, 2014


"Eu gostaria de falar sobre as coisas que são severamente desconfortáveis", disse Lambert em entrevista.

Tendo como referência essa frase, já se pode decifrar essa personalidade. Mary Lambert nasceu em 1989, em maio completará 25 anos, nascida em Seattle, Washington, Estados Unidos. Tão nova ainda, poderia muito bem pegar carona no som dançante e comercial de tantos outros jovens da música atual, mas preferiu ser ela mesma, e cantar sobre o que poucos gostam de ouvir falar.

Um pouco sobre ela

Mary é cantora e compositora, suas composições são muitas vezes embasadas em sua própria história de vida. Nascida em um lar cristão, mais precisamente em uma igreja pentecostal, viu aos 6 anos de idade sua família ser expulsa da congregação pelo fato de sua mãe ter saído com uma lésbica. Aos 8 anos sofreu violência sexual, e ao mesmo tempo descobriu ser lésbica, e teve de travar outra batalha com sua sexualidade.

Aprendeu sozinha tocar piano, e também aos 6 anos já compunha suas primeiras músicas.

Mary tem a poesia dentro da alma, e suas composições são criadas para tocar fundo nas pessoas, são carregadas de emoção e tristeza, refletindo seus traumas de infância, dentre eles o fato de ter que lutar com sua sexualidade dentro de um lar cristão rigoroso. Assuntos como direitos dos homossexuais e padrões sociais estão sempre em discussão nas suas músicas, um exemplo é a canção “Body Love”, que fala sobre imagem corporal e a idade das meninas. Fonte de pesquisa: Wikipédia

Resumindo, Mary Lambert é extremamente franca e honesta com questões não muito ditas, e principalmente honesta consigo mesma quando diz “"Eu nunca sei se as pessoas próximas sabem como estou triste".  Um ser visivelmente frágil, triste, mas com personalidade forte.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre esse mais novo talento (no mundo da música atual), e que certamente veio para ficar, eu lhes apresento duas canções escolhidas por mim.

A primeira “She Keeps Me Warm” (Ela me mantém aquecida), e a segunda “Body Love”, ambas muito lindas, gravadas nos estúdios da Billboard. Composições montadas em emaranhado de riffs de piano, bem ao gosto de Mary, e letras muito honestas, como não poderiam deixar de ser.

Fazia tempo que alguém não me chamava atenção, espero que gostem. É para curtir!


Se você gostou do blog curta também nossa Fan Page









O Autor do Blog
Geraldo Ráiss Geraldo Ráiss (pseudônimo), criador e editor do Blog, estudou Administração de Empresas, autodidata, tem como hobbie escrever poemas e romances. Amante dos animais,apreciador da boa música e das artes, e claro, criar artigos para o Blog.

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção. Os comentários no Blog estão temporariamente sem moderação. Não use frases racistas, discriminatórias, contra etnias, ou palavras que incitem à violência. Esse é um blog de entretenimento, comentários devem ser feitos, mas seja educado. E, por favor, não faça spam. Obrigado.