Últimas Postagens
Loading...
fevereiro 28, 2013


O vídeo emociona, aconteceu em Londres durante um protesto com pessoas mascaradas que caminhavam pelas ruas.







O vídeo

Um homem sem teto estava sentado na calçada segurando uma pequena placa que dizia: “Estou com fome, por favor, me ajude com uma pequena doação”

Os anônimos que protestavam certamente se sentiram consternados com a situação daquele senhor, e todos pararam em volta dele para contribuírem. Parece que a energia daquelas pessoas (nos dá a impressão que são estudantes) tomou conta daquele espaço, e em questão de segundos todos foram colocando moedas naquilo que parece ser um pequeno capuz, ou uma boina.

A emoção foi tomando conta do lugar, e os transeuntes que por ali circulavam também começaram a doar, talvez pelo apelo dos anônimos. E até o guarda contribuiu!

Quando o sem teto tomou consciência do que estava acontecendo (a ficha caiu), começou a chorar, talvez emocionado com a manifestação de carinho daquelas pessoas anônimas, mascaradas, que nunca o haviam visto na vida.
“Ele se sentiu amado por alguns minutos!”





O outro lado da moeda, aqui no Brasil

O fato é, caro leitor desse blog, que essa semana (segunda-feira, 25) um crime bárbaro ocorreu aqui em nosso país, em Porto Alegre, quando um morador de rua foi espancado e morto a pedradas por cinco pessoas, uma era mulher. E agora diante dessa manifestação de carinho a um morador de rua no outro lado do Atlântico, fica o “tapa na cara dessas pessoas” que cometeram esse ato bárbaro no Brasil. Enquanto aqui eles mataram com as próprias mãos, lá o sem teto “quase morreu” de emoção diante de uma manifestação de afeto, que provavelmente poucas vezes ele provou na vida.

Aí você me dirá: “mas não é só no Brasil que tem essas coisas...” Sim, concordo, mas é aqui que vivemos, e todos nós havemos de concordar que nos últimos anos, e mais intensamente nos últimos meses, estamos presenciando aqui em nosso país o que podemos classificar de “a banalização da violência”, que infelizmente cresce a cada dia.

A crueldade dos bandidos aqui no Brasil chegou aos limites máximos suportáveis, mata-se por nada, motivos ínfimos, insignificantes, as pessoas são torturadas antes que sejam mortas, mata-se com requintes de crueldade. O alvo agora é a cabeça da vítima, e sabe por quê? A intenção dos bandidos é que a vítima tenha sequelas e não tenha condições de aponta-los mais tarde, caso ela se salve. O terror toma conta dos cidadãos de bem.

Os moradores de rua, que já carregam estigmas cruéis, que vivem em extrema solidão, sem dignidade, são obrigados além de todo esse sofrimento, a manterem-se vigilantes, um cuidando do outro, para não serem assassinados na calada da noite.

E aí eu me pergunto: por que matar uma pessoa que vive na rua, sem nenhum motivo? Não tenho a resposta, o que sei são duas coisas: na maioria desses casos estão envolvidos jovens ou adolescentes, geralmente de classe média alta, e também geralmente (ou em todos os casos) ninguém é punido. E o pior, os advogados dessas pessoas ainda conseguem reverter a situação, ou seja, o morto acaba se tornando o criminoso, e se sobrevivesse com certeza seria ele o preso. É inacreditável! Por quanto tempo mais teremos de conviver com a impunidade nesse país?

É vergonhoso!


Por quanto tempo mais veremos notícias como essas?

Do G1 – 16/01/2013
Grande Goiânia registra a 17ª morte de morador de rua em cinco meses
notícia no site clique aqui

De: Band Notícias – 20/08/2012
SP: passeata lembra a morte de 'mendigos'
Sete moradores de rua foram encontrados mortos em agosto de 2004 na Praça da Sé; até hoje os criminosos não foram identificados.
notícia no site clique aqui

Do: Terra – 14/01/2012
Polícia de Maceió investiga morte de 31 mendigos só este ano (2010)
notícia no site clique aqui

Do: Últimas Notícias – Serra – 25/09/2012
Adolescentes são suspeitos de colocar fogo em mendigo em Caxias do Sul
notícia no site clique aqui

Do G1 – 27/02/2012
Grupo de jovens ateia fogo em dois moradores de rua em Brasília
notícia no site clique aqui

De: O Globo – 03/02/2012
Jovem agredido ao defender mendigo na Ilha

Do R7 – 29/07/2012
Grupo que espancou jovem por defender mendigo na Ilha escapa de júri popular, Prisão preventiva de 4 dos 5 jovens foi convertida em medidas alternativas
notícia no site clique aqui

Caro leitor, eu poderia relacionar aqui muitas outras notícias desse tipo, mas a lista seria muito longa. Não podemos esquecer o caso do índio Pataxó, queimado por um grupo de jovens, em Brasília. Como eu disse, a lista é longa.

Ficamos com a lição do vídeo, e a esperança de que mais seres neste planeta se tornem humanos mais tolerantes, solidários, respeitosos, gentis, educados, humildes, menos arrogantes e prepotentes, e sem esquecer que o mundo dá voltas. Afinal ninguém pretende que sua moradia seja nas ruas, e nossa obrigação é no mínimo respeitar e tratar carinhosamente esses seres humanos desafortunados, que um dia por uma fatalidade perderam tudo, e foram deixados à margem da sociedade.

“Todo mundo é parecido
Quando sente dor
Mas nú e só ao meio dia
Só quem está pronto pro amor...”

Frejat/Dulce Quental

 Texto: Geraldo Ráiss


O Autor do Blog
Geraldo Ráiss Geraldo Ráiss (pseudônimo), criador e editor do Blog, estudou Administração de Empresas, autodidata, tem como hobbie escrever poemas e romances. Amante dos animais,apreciador da boa música e das artes, e claro, criar artigos para o Blog.

1 comentários:

  1. Não quero defender quem matou aqui no brasil mais o mendigo que foi morto tinha roubado varias pessoas

    ResponderExcluir

Atenção. Os comentários no Blog estão temporariamente sem moderação. Não use frases racistas, discriminatórias, contra etnias, ou palavras que incitem à violência. Esse é um blog de entretenimento, comentários devem ser feitos, mas seja educado. E, por favor, não faça spam. Obrigado.