Últimas Postagens
Loading...
agosto 31, 2011

Existe na história a famosa e polêmica frase do presidente francês Charles de Gaulle (1890-1970) ‘O Brasil não é um país sério!”. Na época muitos não conseguiram engolir tal afirmação, contudo a frase ecoa até hoje e acabou se tornando popular no país. Mas, enfim o que (ou quem) não são sérios no país? Os governantes, as leis ou o povo?

De lá para cá muita coisa mudou, e digamos, para melhor. Por exemplo, não vivemos mais uma ditadura, temos liberdade de expressão, código do consumidor, ONGS, direitos trabalhistas adquiridos, e por aí vai. Então qual a razão dessa frase ainda persistir?  Bem, aí são detalhes. Detalhes? Vamos tentar lembrar alguns.

- No Brasil não há mais corrupção no Governo, nenhum parlamentar legisla em causa própria. Quando existem CPIs, todas são solucionadas, tudo é apurado, e os envolvidos e culpados são punidos. O nepotismo foi banido totalmente, imunidade parlamentar é coisa do passado.
- A famosa lei de Gerson também não existe mais entre o povo brasileiro, finalmente todos entenderam que não se deve fazer ao semelhante aquilo que não se deseja para si mesmo. Ninguém passa ninguém para trás.
- O Código do Consumidor funciona  a todo vapor, nenhuma empresa seja ela nacional ou multinacional lesa ninguém, haja vista a quantidade de reclamações no PROCON. São pouquíssimas!
- No Brasil não existe preconceito de forma alguma, todos somos livres, afinal vivemos num país “libre”. Preconceito é coisa de Primeiro Mundo. Ninguém aqui mata ou agride outro ser humano apenas por “brincadeira”, ou por não partilhar de ideias, orientação sexual, raça, etnia. Não, isso não existe em nosso país, e vez ou outra quando acontece, o agressor é punido, desde que hajam testemunhas in loco.
- O Estado é laico, não existe interferência das instituições religiosas no que diz respeito às leis, muito menos troca-troca de interesses para aprovação de novas leis.
- O Código Penal brasileiro, criado pelo decreto-lei nº 2.848, em 7 de dezembro de 1940, no governo Getúlio Vargas, sofreu algumas alterações valiosas, não existem brechas.
- No Brasil não há policiais corruptos, e por que haveria, se todos ganham muito bem.
- Nosso país não é machista, e isso podemos comprovar nos salários igualitários do homem e da mulher.
- A Educação e Saúde no Brasil são prioridade.

Pois é, Charles de Gaulle falou bobagem, mesmo porque se ele estivesse vivo ainda hoje, poderia tomar conhecimento de grandes projetos brasileiros, como a distribuição gratuita de medicamentos de alto custo a portadores do vírus da AIDS. Este sim, é o país dos avanços, e poderíamos provar para ele onde vão os bilhões de reais pagos em impostos pelo nosso povo (agora ironizando mais uma vez).

Eu amo o meu país, e verdadeiramente desejaria o contrário de tudo isso que relatei, com exceção do último bloco, pois quantas vidas brasileiras foram e são salvas, através desse fantástico projeto pioneiro.
A verdade é que o Brasil se encontra na fase de maturidade, e o quadro que presenciamos atualmente é o prenúncio do futuro desenvolvimento, que eu gostaria de ainda estar vivo para presenciar. Entretanto, para que esse novo estado se manifeste, são  necessários alguns fatores como educação, lealdade à democracia, ética, infraestrutura em setores primordiais como saneamento, e principalmente o exemplo positivo dos nossos governantes. Acredito que só assim o povo brasileiro poderá exterminar de uma vez por todas o efeito da frase de Charles de Gaulle, que também disse:

“Os homens só serão grandes, se estiverem realmente decididos a sê-lo.”

“Como nenhum político acredita no que diz, fica sempre surpreso ao ver que os outros acreditam nele.”

Texto: Geraldo Ráiss



0 comentários:

Postar um comentário

Atenção. Os comentários no Blog estão temporariamente sem moderação. Não use frases racistas, discriminatórias, contra etnias, ou palavras que incitem à violência. Esse é um blog de entretenimento, comentários devem ser feitos, mas seja educado. E, por favor, não faça spam. Obrigado.