Últimas Postagens
Loading...
maio 06, 2014


Que tal desembolsar U$ 600 para passar uma noite a 155 metros de profundidade? Esse é o preço médio de uma diária na Sala Silvermine, o hotel mais profundo do mundo.

O hotel na verdade era uma mina de prata que teve produção desde o século 15 até 1908, em que foram extraídas cerca de 450 toneladas de prata e 35 mil toneladas de chumbo. Está localizado a 120 km de Estocolmo, no condado de Vastmanland no sudoeste da Suécia.

É considerado o mais profundo do planeta, e embora o preço seja um pouco “salgado”, saiba que a frequência é muito boa, oferecendo quartos mais simples e rústicos, além dos luxuosos. Conta com restaurantes, banheiros, áreas recreativas, e até piscina natural a uma temperatura de 2º C, a temperatura da caverna. Que tal?

Uma aventura, digamos, exótica, e um pouco cara, porém como se diz: vale a pena ter um desejo realizado. Mas convenhamos, esse desejo é um tanto quanto assustador, não é mesmo? E nem pense em partir para uma aventura dessas, se você sofrer de claustrofobia, ok? Eu, por exemplo, só de ver o vídeo já sinto falta de ar.


Confira.





Se você gostou do blog curta também nossa Fan Page








O Autor do Blog
Geraldo Ráiss Geraldo Ráiss (pseudônimo), criador e editor do Blog, estudou Administração de Empresas, autodidata, tem como hobbie escrever poemas e romances. Amante dos animais,apreciador da boa música e das artes, e claro, criar artigos para o Blog.

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção. Os comentários no Blog estão temporariamente sem moderação. Não use frases racistas, discriminatórias, contra etnias, ou palavras que incitem à violência. Esse é um blog de entretenimento, comentários devem ser feitos, mas seja educado. E, por favor, não faça spam. Obrigado.